Premiere Mundial: Velozes e Furiosos 5

abril 16, 2011

 

Por Janaina Pereira, do Rio de Janeiro

Massacrados pela imprensa brasileira, que questionou o retrato violento que o filme faz do Rio, Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio (Fast Five) foi lançado nesta sexta-feira, dia 15, no Cinépolis Lagoon, no Rio de Janeiro. O diretor Justin Lee e 13 atores do elenco, que vieram à cidade para promover o longa, participaram da premiere mundial e passaram por um tapete vermelho dominado pela imprensa estrangeira. Para os jornalistas brasileiros sobrou pouca coisa: entre o CQC e o Pânico na TV, programas que vem dominando os eventos de cinema realizados no País, uma dúzia de jornalistas de sites tentava arrancar alguma declaração dos artistas.

 Foi um trabalho árduo. Além da imprensa especializada não estar presente – esta jornalista que escreve agora a vocês era uma rara representante da espécie – ficou muito claro, desde o início, que o evento tinha sido realizado para os jornalistas estrangeiros. Priorizando as emissoras de TV, Vin Diesel e cia passaram a maior parte do tempo dando entrevistas para os veículos internacionais. Entre uma piada de Rafael Cortez e uma dancinha de Sabrina Sato e da panicat Juju Salimeni, sobraram meia dúzia de palavras de The Rock – agora Dwayne Johnson – e Paul Walker. Os atores, que deram toda a atenção aos estrangeiros, passaram rapidamente pela imprensa brasileira. Nem mesmo Sabrina Sato, que Walker já havia tentado ‘fisgar’ em um evento no Copacabana Palace, conseguiu arrancar sorrisos do ator. “Não ficaria com ele, não faz o meu tipo”, esnobou Sabrina.

Quando tudo parecia perdido, Vin Diesel salvou a noite. Simpático e atencioso,o ator disse que tinha trocado de roupa três vezes por causa do calor. Diesel ressaltou que estava encantado com o Rio e que pretende voltar outras vezes ao Brasil. Ele ainda ganhou um ursinho de pelúcia, presente da panicat Juju, que já havia roubado a cena na coletiva de imprensa ao dar um selinho no ator. “Ele tem bocão, bração, tudo ão. Resta saber se na hora H não é inho”, brincou a moça mais fotografada da noite, em seu justíssimo vestido pink.

Enquanto os jornalistas faziam seu trabalho, fotógrafos disputavam quase a tapa uma pose dos astros. Celebridades brasileiras tentavam tirar uma ‘casquinha’, e até jornalista convidado passava pelo tapete vermelho com pose de candidato ao Oscar. A assessoria do evento, porém, tratava de retirá-los do lugar destinado exclusivamente à equipe de Velozes e Furiosos 5.

Depois de seis horas de evento – entre espera pela liberação da entrada, atrasos e um tapete vermelho que durou cerca de duas horas – o grand finale ficou por conta de uma assessora brasileira que resumiu a noite “Chamem os seguranças, precisamos tirar essa gente daqui.” ‘Essa gente’ eram os jornalistas. Para quem acha que temos uma vida glamourosa e que premieres de cinema realizadas no Brasil são o máximo, fica a dica: é tudo para estrangeiro ver.

Fotos: Janaina Pereira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: