Mostra de SP – 8º dia

outubro 29, 2010

por Janaina Pereira

 

A 34ª Mostra Internacional de Cinema oferece filmes para todos os gostos. Aqueles que gostam de blockbusters não devem se decepcionar com Atração Perigosa (The Town), segundo trabalho do ator Ben Affleck como diretor. Exibido fora de competição no Festival de Veneza, e uma das atrações do Festival do Rio, o longa até que distrai, embora se perca em seu final piegas e sem graça.

Todo ano, mais de 300 assaltos a banco acontecem em Boston. E grande parte dos assaltantes mora no pequeno bairro de Charlestown. Um deles é Doug MacRay (Ben Affleck), líder de um grupo de assaltantes de banco que se orgulham de roubar tudo o que querem e sair impunes.

 A única família que Doug conhece são seus parceiros de crime, especialmente Jem (Jeremy Renner), que apesar do seu temperamento perigoso e explosivo, é alguém que Doug pode chamar de irmão. Mas tudo muda no último trabalho da gangue, quando fazem a gerente de banco Claire Keesey (Rebecca Hall) de refém.

Affleck se sai melhor como diretor do que como ator, e tenta imprimir algum estilo como cineasta, mas ainda é muito cedo dizer que ele conseguirá ter sucesso por trás das câmeras. Em Atração Perigosa, pelo menos, ele tenta fazer algo diferente, embora não consiga atingir este intuito por completo.

Para quem busca filmes ‘menores’, uma boa pedida é Um dia a menos, documentário mexicano de Dariela Ludlow sobre um casal de idosos que aguarda ansiosamente a chegada dos filhos a cada feriado. E os filhos só aparecem no final do ano.

Quando o feriado termina, os filhos de Eme e Carmen terminam sua visita e vão embora. O velho casal, que entrou na casa dos 90 anos, começa a contar os dias até o próximo feriado, quando a família voltará a visitá-los. Para Dona Carmen, os feriados demoram a chegar. Ela contempla a quietude de seu apartamento quando só os dois estão lá. E os díálogos entre eles, com as características de quem está perdendo a memória e a vida, são a melhor coisa do filme.

Impossível não se emocionar e não lembrar de um pai, uma mãe, um avó ou uma avó que está ou esteve entre nós. No fundo, sabermos que é assim que vamos ficar é o que causa tanta comoção. Preparem os lenços porque as lágrimas são garantidas.

Anúncios

Uma resposta to “Mostra de SP – 8º dia”

  1. Fabinho Flapp said

    Esse filme é excelente, que comprova o telente indiscutível de Affleck na direção, depois do extraordinário “Gone Baby Gone”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: