Mostra de SP – 7º dia

outubro 28, 2010

por Janaina Pereira

 

Os anos passam mais uma ferida continua bem aberta na América do Sul: a ditadura ainda é exposta pelo cinema com todas as suas mazelas. Na 34ª edição da Mostra de São Paulo dois filmes se destacam com este assunto – o argentino O olho Invisível e o chileno Drama.

Em O Olho invisível (La mirada invisible), de Diego Lerman (exibido no Festival do Rio com um título bem melhor, O olhar Invisivel), a personagem central, Maria Teresa, é contratada como assistente de um colégio de elite em Buenos Aires. Enquanto a Argentina sofre os últimos momentos da ditadura militar, a direção da escola procura manter uma rotina de ensino tradicional e os alunos à parte da realidade do país.

O supervisor chefe vê em Maria Teresa a funcionária que esperava e a instrui para ser o olho que tudo vê. Ela incorpora então o papel da vigilante deste mundo restrito e rigoroso, zelando avidamente pelo cumprimento das lei.  O final extremamente perturbador do filme causa impacto, deixando claro que ainda há muita história sobre a ditadura argentina para ser contada. Vale dar uma olhada ainda no romance “Ciencias Morales”, de Martín Kohan, que serviu de inspiração para O olho invisível.

Usando o teatro como aparente tema central, o longa chileno Drama, de Matias Lira, mostra três jovens que confundem seus personagens no palco com a vida real. Um deles, Mateo, é atormentado pela raiva que sente do pai e o desaparecimento de sua mãe. Desaparecimento este que, já no final do filme, vamos saber que está relacionado com a aterrorizante ascensão de Pinochet ao poder no Chile.

O interessente neste caso é que Drama mostra a ditadura calando os artistas e acabando com a liberdade de expressão, o que não difere dos dias atuais no Chile, onde ainda é preciso lutar para se expressar – o cartaz do longa foi censurado no país, como conta, a seguir, em entrevista para o Cinemmarte, o diretor Matias Lira.

E se há uma coisa que o cinema não faz, definitivamente, é colocar os panos quentes na ditadura. Ainda bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: