Cartas para Julieta

junho 11, 2010

 

por Paloma Ornelas*

Em Cartas Para Julieta (Letters To Juliet), estreia romântica de hoje, véspera do Dia dos Namorados, a pesquisadora Sophie (Amanda Seyfried) está de malas prontas para uma viagem romântica com o noivo e chefe de cozinha Victor (Gael Garcia Bernal), diretamente para Verona, na Itália. Lá o rapaz só pensa em conhecer novos temperos, receitas, vinhos e sabores para inauguração de seu restaurante. Com tempo livre e buscando inspiração para escrever suas próprias histórias, Sophie decide visitar o lugar que serviu de cenário para a famosa história de Shakespeare e conhece ‘as secretárias de Julieta’. Um grupo de simpáticas senhoras responsáveis por responderem uma a uma as cartas de outras mulheres com problemas amorosos que pedem a ajuda de Julieta na esperança de serem atendidas.

Ao encontrar uma carta escondida há cinqüenta anos e respondê-la, Sophie não poderia imaginar que a dona da carta, a hoje senhora Claire (Vanessa Redgrave), receberia a resposta à pergunta feita nos tempos de estudante. Quando Claire retorna em companhia de seu cético neto Charlie (Christopher Egan) à Verona, os três juntos fazem em uma viagem na procura do amor da vida de Claire, Lorenzo (Franco Nero).

Com as bênçãos de Romeu e Julieta, essa comédia romântica com tintas leves brinca com a possibilidade de se retomar um amor do passado. Sophie, Charlie e Claire embarcam nessa road trip investigativa na busca por Lorenzo e, no desenvolver da história, seus personagens apresentam sua essência de modo intimista.

O descrente Charlie no fundo só precisa de uma chance no amor com a pessoa certa, a pesquisadora Sophie quer saber e recontar o final dessa história na qual ela mesma é uma das protagonistas e fio condutor, e Claire espera que Lorenzo assim como ela não tenha se esquecido do que existiu no passado.

Em contraponto ao romantismo das duas mulheres Charlie representa à lógica, numa figura tipicamente inglesa, o homem sério e sarcástico disposto provocar a todo o momento. Méritos dos roteiristas Jose Rivera e Tim Sullivan, em balancear a procura particular de cada personagem pelo amor segunda suas próprias crenças em um roteiro bem amarrado e conciso.

O diretor Gary Winick está acostumado a comédias românticas e fez bom uso disso ao trazer delicadeza para a narrativa em especial na sutil interpretação de Vanessa Redgrave para uma Claire ora esperançosa ora relutante, dando a uma mulher já na terceira idade aspectos joviais característicos do primeiro amor. Ainda vale destacar a química entre Seyfried, Redgrave e Egan, ambos funcionam muito bem juntos em cenas bem dirigidas. Há ainda o hiperativo Victor de Gael Garcia Bernal divertidíssimo louco e egoísta.

Saem os Capuleto e Montecchios, entra Claire, Lorenzo, Sophie e Charlie. Cartas Para Julieta é uma comédia despretensiosa, leve e sensível que aborda como poucas o amor e sua essência na terceira e talvez melhor idade.

*Paloma Ornelas é jornalista do site Laskakumbuka e escreveu esta crítica à convite do Cinemmarte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: