Te amarei para sempre

outubro 17, 2009

por Janis Lyn*

Sempre gostei muito de romances, mas romances de verdade, como Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito (ambos baseados nos livros da Jane Austen, que amo de paixão), Diário de uma Paixão, PS: Eu Te Amo e por aí vai.

Quando vi pela primeira vez o trailer de Te Amarei Para Sempre (The Time Traveler’s Wife), produzido por Brad Pitt e dirigido pelo Robert Schwentke (Plano de Vôo) e já nos cinemas, fiquei muito curiosa, principalmente por conta da história incomum.

Henry (Eric Bana) faz viagens pelo tempo devido uma mudança genética que tem. Numa dessas viagens, ele conhece Clare (Rachel McAdams), e se apaixonam. Mesmo ela sabendo da condição dele, aceita se casar, porém sofre a cada vez que ele some sem data certa para retorno. Como ele sempre volta para os mesmos lugares, Clare sabe onde o encontrar e onde ficar a sua espera.

Ok. A história é bonita e o final do filme conseguiu arrancar de mim algumas lágrimas. No entanto, é mais um drama do que propriamente um romance. Quando Henry desaparece, ficamos com a angústia de ambos, separadamente, e são mais momentos que passam separados do que juntos.

São tantas idas e vindas, que o filme fica confuso. Mas nada que faça o longa ser ruim ou não valer o ingresso. A música tema do casal (Love Will Tear Us Apart, do grupo Joy Division) tem tudo a ver com o filme e é linda.

*Janis Lyn é jornalista, autora do blog Diário de uma foca em crise e escreveu essa crítica para o Cinemmarte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: