9: A Salvação

outubro 10, 2009

9

por Léo Francisco *

A primeira impressão ao vermos os pôsteres, imagens ou trailers de 9: A Salvação, em cartaz desde ontem, é associar a animação à Tim Burton (Swenney Todd: O Barbeiro Demoniaco da Rua Fleet e Alice no País das Maravilhas) graças ao visual tanto dos personagens como dos cenários, que remetem a suas produções com um tom escuro e sombrio, que sempre se destacam de todas as outras produções hollywoodianas.

No entanto, Burton cuidou apenas da produção do animado, ao lado de Timur Bekmanbetov (O Procurado), mas é Shane Acker quem assina a direção do longa animado baseado em seu próprio curta-metragem homônimo, de aproximadamente 11 minutos, que foi indicado ao Oscar® em 2004.

Apresentando uma história atemporal, o animado se passa em um futuro próximo, onde todos os homens foram destruídos pelas máquinas, que eles mesmos criaram, antes de serem quase totalmente desligadas. Com o planeta totalmente destroçado, um grupo de pequenas criaturas recebe uma chama de vida de um cientista, antes dele morrer, sendo a única esperança para acabar com as últimas máquinas restantes.

Nessa batalha repleta de cenas de ação de tirar o fôlego, conhecemos nove coragosas criaturas feitas de remendos de pano, que mesmo com pensamentos e princípios diferentes, se unem para sobreviver e acabar com uma máquina predadora mecanizada.

O roteiro assinado por Pamela Pettler (A Noiva-Cadáver) é bem trabalhado e em nenhum momento se torna cansativo ou lento, e a história apresenta mensagens como a importância de trabalhar junto, além de mostrar uma perspectiva de futuro para a humanidade, fato que vai fazer com que muitas pessoas se lembrem da recente animação da Pixar Animation Studios, Wall-E, que apresentava a mesma ideia, mas com um foco diferente.

O início sem diálogos é outro ponto que poderá ser comparado às recentes animações da Pixar, Wall-E e Up, mas diferente dos dois filmes citados, 9: A Salvação, apresenta um início que poderá cansar algumas pessoas, pela falta de explicações dos acontecimentos, que serão compreendidos apenas no decorrer da história.

Mesmo sendo uma ficção científica, o personagem principal da história, o Nº 9 (dublado por Elijah Wood), consegue desde o seu início cativar o público com seu jeito ingênuo e sua coragem, pois não medirá forças para salvar a todos os seus irmãos, mesmo sabendo que para isso terá que arriscar a sua própria vida. Outra cena que faz com que o público se identifique com os personagens é quando eles comemoram ao som da clássica canção ‘Somewhere Over the Rainbow’, interpretada por Judy Garland numa homenagem ao O Mágico de Oz.

A animação stop-motion está acima da média e consegue chamar a atenção do público, se destacando de todas as outras animações 3D, que são apresentadas ao público nos cinemas. Todos os personagens e máquinas se mostram muito reais durante todo o animado, exceto os humanos, que quando são apresentados na história ficam devendo em sua qualidade, mas nada que atrapalhe a produção, já que suas aparições são muito limitadas.

Falando em técnica, uma coisa que poderia ser feita, e que chamaria muito mais a atenção do público, era lançar o animado usando a tecnologia Digital 3D, na qual poderiam se utilizar do uso de profundidade para as cenas de ação, vôo, entre outras, que seriam perfeitas saindo para fora da tela do cinema.

Estrelado por Elijah Wood, John C. Reilly, Jennifer Connelly, Christopher Plummer, Crispin Glover, Martin Landau e Fred Tatasciore, 9: A Salvação é distribuído no Brasil pela Playarte e é o típico filme que vai agradar muito mais aos adolescentes e jovens do que crianças, mostrando assim que o mercado de animação hoje em dia não se preocupa agradar somente crianças.

Assista ao trailer de 9: A Salvação.

 * Léo Francisco é editor do Universo Animado e no Planeta Disney e escreveu esta crítica especialmente para o Cinemmarte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: