DVD – Lição de Amor

agosto 6, 2009

Lição de amor - capa

por Guilene Matos

Lição de Amor é  um convite a reflexão e um romance italiano pra lá de inspirador. E olha que não segue a clássica fórmula “água com açúcar” que estamos acostumados a ver nas telas. A abordagem foca numa discussão existente há séculos, a diferença de idade. O autor faz com que o roteiro leve e descontraído siga um ritmo agradável de uma história previsível. E nem poderia deixar de ser, pois os protagonistas, a estreante Michela Quattrociocche (Niki) e o veterano Raoul Bova (Alex), o Marcello de Sob o sol de Toscana, fazem uma combinação perfeita de par desproporcional, apesar de belos.

O filme se passa em Roma. Niki uma adolescente de 17 anos terminando não só o colegial, mas um relacionamento desastroso com o primeiro namorado. Ela sonha viver uma verdadeira paixão. Alessandro ou Alex, 37 anos, publicitário, é deixado, sem saber o porquê, por Elena (Veronica Logan), a mulher com quem fazia planos de casamento. Vidas opostas, sonhos diferentes e uma coisa em comum, a busca do amor.

Numa manhã qualquer Niki bate com sua vespa no carro de Alex. Atrasado e sem saber o que fazer, ele acaba cedendo e dá carona à moça. Encontrar um mecânico e pagar o concerto era tudo que ele esperava desse acontecimento desastroso. Mas as coisas não acontecem bem assim. Entre encontros e telefonemas, Alex percebe que estava muito mais envolvido do que deveria. Sem querer seguir adiante e ciente do problema que seria alimentar essa paixão, o publicitário até tenta não ceder. Mas o amor da jovem o desarma. Niki era tudo que ele precisava naquele momento.

O ápice da história acontece quando ela decide ajudá-lo numa campanha publicitária que dará a Alex uma promoção. Sem perceber os riscos e com o apoio dos amigos, ele assume a garota para sua irmã e, ao mesmo tempo, enfrenta a família dela, que num primeiro momento o confunde com o vendedor de seguros. Já as amigas de Niki desconfiam do futuro feliz desse romance, embora a apóie.

Contrariando tudo e todos, a moça se entrega aos sentimentos. Até que, quando tudo parecia bem ressurge a ex-namorada disposta a recuperar a relação com Alex que, surpreso, se vê confuso sobre com qual das duas ficar. Niki, jovem demais para ele? Ou Elena, a mulher aparentemente perfeita?

Um ótimo romance para ver e discutir se o final foi justo ou não para os personagens. O longa é baseado no bestseller Scusa Ma Ti Chiamo Amore de Federico Moccia, também diretor do filme.

Diretor: Federico Moccia

Elenco: Raoul Bova, Michela Quattrociocche, Luca Angeletti, Francesca Ferrazzo, Veronica Logan

Roteiro: Luca Infascelli, Chiara Barzini e Federico Moccia

Fotografia: Marcello Montarsi

Duração: 82 min

Ano: 2008

País: Itália

Gênero: romance

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: