Inimigos Públicos

julho 24, 2009

 publicenemies_05

por Janaina Pereira

Michael Mann dirigiu um dos meus filmes favoritos – O Informante (1999) – e mostrou ser um diretor ousado ao colocar Tom Cruise como assassino e vilão de Colateral (2004). Apesar de seu penúltimo longa ter sido o revival colorido da série Miami Vice, Mann merece crédito. Gosto dele como direitor e roteirista. E colocar no mesmo filme Johnny Depp – talvez o ator mais expressivo de sua geração -, Christian Bale e Marion Cotillard não é para qualquer um. Adaptação do romance de Bryan Burroug, Inimigos Públicos – último trabalho de Mann que chega aos cinemas hoje – prometia ser um grande filme. Ficou só na promessa.

Ambientado nos anos de 1930, mas precisamente em 1933, época em que os agentes do FBI tentavam capturar notórios gângsteres americanos como John Dillinger, Baby Face Nelson e Pretty Boy Floyd, o filme mostra o auge da criminalidade americana. A história é centralizada no duelo entre John Dillinger (1903-1934), vivido por Johnny Depp,um assaltante que fez fortuna  e colecionou fama  com ações espetaculares contra bancos (uma instituição que contava com pouca simpatia do público na época) e Melvin Purvis (Christian Bale), agente especial de um FBI ainda com poucos recursos, que cruza o país em busca de bandidos que se tornaram celebridades por humilharem o Estado.

O longo filme (140 minutos) gira em torno desses dois personagens, mas não há nada de espetacular em suas cenas, nem mesmo quando se enfrentam cara a cara. Neste momento, aliás, Depp tem uma ótima tirada de humor, e apaga de vez – ou seria mais uma vez? – Chris Bale.

Bale é um bom ator, mas atravessa fase ruim: em seus últimos filmes – Batman, o cavaleiro das trevas e Terminator 4 – tem sempre outro ator para lhe roubar a cena. Aqui, seu personagem não tem fúria nem dúvidas contra o sistema, não tem paixão pelo que faz, está sempre com a mesma cara lânguida, a não ser na cena em que carrega nos braços o enfeite da vez, Marion Cotillard – a atriz é coadjuvante de luxo, no papel da mocinha pobre apaixonada pelo bandido. Ali, o personagem de Bale mostra alguma reação ao que está acontecendo a sua volta.

Inimigos Públicos até tenta ter o charme dos clássicos filmes de gângsters, como Os Intocáveis (a cena do primeiro assalto ao banco tem semelhança, na direção, na arte e na fotografia, com a cena da estação de trem do filme de Brian de Palma). É grandioso, bem dirigido, tem figurino e trilha sonora impecáveis, a direção de arte é um primor e a fotografia não decepciona, mas nada disso torna o filme excepcional. Falta sal, falta tempero, falta um algo a mais.

Mesmo com o carisma inegável de Depp, o melhor do longa de Michael Mann está em seus 30 minutos finais: a sequência da emboscada no cinema, com a já manjada câmera lenta, recurso fácil que ainda funciona muito bem em produções como esta, é de tirar o fôlego. Mas no restante do filme, o diretor ficou devendo.

Public Enemies

Elenco: Johnny Depp, Christian Bale, Marion Cotillard, Giovanni Ribisi, Channing Tatum, Stephen Dorff, David Wenham, Stephen Graham.
 
Direção: Michael Mann
Gênero: Drama/Policial
Duração: 130 min.
Distribuidora: Paramount Pictures

Assista ao trailer de Inimigos Públicos  aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: