Harry Potter e o Enigma do Príncipe

julho 14, 2009

12698_58

por Fábio Camargo

A história de um livro com mais de 600 páginas é muito difícil de ser contada em um filme. Mesmo que tenha duas horas e meia de duração, são muitos detalhes a contar, e sempre falta tempo para tanta coisa assim. E isso acontece em Harry Potter e o Enigma do Príncipe, e acaba dividindo a opinião dos fãs da série. Pelo menos foi o que deu para ouvir logo de cara, ao sair do cinema. “Genial, o melhor de todos até agora!”, “Gostei, mas faltou muito detalhe!”, “Eu achei muito bom, e senti uma evolução nele!”.

E não é que os fãs do bruxinho estão com uma certa razão? Este é o sexto episódio da série, e o segundo sob o comando do diretor David Yates. O cineasta inglês deu um ar sombrio para O Enigma do Príncipe, principalmente no começo e no fim do filme, fechando o tempo em Londres e em Hogwarts. Ele mostrou evolução na parte técnica do negócio. A escola de bruxos nunca pareceu tão medieval. A produção de Yates deu emoção durante uma partida de Quadribol, na rapidez das jogadas e nas defesas espetaculares do “falso-dopado” goleiro Ronny, que conseguiu sua vaga no time. Deu mais vivência ao cotidiano dos alunos da escola, como engraçadas cenas de paixonites e ciúmes. E, sobretudo, trouxe mais romance, com direito a muitos beijos aqui e acolá.

Radcliffe mostra que cresceu no tamanho, mas ainda falta um pouco prá dizer que cresceu como ator. Em compensação, Michael Gambon resume em sua atuação toda a paixão obsecada de tantos fãs ao redor do mundo. Gambon é Dumbledore em pessoa, você o vê ali, dentro da personagem, tanto como o mestre de Potter quanto como o pai que o garoto já não tem mais. Alan Rickman é o outro homem que ajuda a levar o filme, mesmo não aparecendo tanto quanto devia (segundo o que consta livro). Por fim, neste sexto filme da saga, um dos destaques foi a atuação do ótimo Jim Broadbent no papel de Horácio Slughorn, um antigo professor que voltou a Hogwarts para substituir Severus Snape nas aulas de Poção, atendendo a pedidos exclusivos de Alvo e Harry. Com isso, Snape torna-se professor de Defesa Contra as Artes das Trevas.

Enfim, falemos da história. Desta vez, Alvo Dumbledore (Michael Gambon) pede a ajuda de Harry (Daniel Radcliffe) para descobrir o segredo da cruzada de Lorde Voldemort (Ralph Fiennes – que ganhou folga e não apareceu desta vez), que deseja conseguir a eternidade – os esconderijos de seus Horcruxes.

Para isso, Dumbledore faz com que o bruxinho mergulhe nas várias memórias de Voldemort que colecionou em frascos cristalinos ao longo dos anos. Elas mostram como Tom Riddle já demonstrava ser ameaçador desde jovem, e como foi subestimado pelo velho Alvo.

Enquanto isso, o possível escolhido acaba de voltar a Hogwarts para cursar o sexto ano, e acaba encontrando um antigo livro de poções que pertenceu ao “Príncipe Mestiço”, conseguindo então aprofundar seus conhecimentos de magia. Esse talento será necessário para que ele enfrente Draco, Bellatrix e um outro elemento surpresa.

Para quem pretende assistir ao filme no IMAX do Shopping Bourbon, os 12 primeiros minutos do longa são exibidos em 3D, deixando os espectadores ligados nas muitas cenas de ação e destruição causadas pelos Comensais da Morte nas ruas londrinas. Prepare-se para sentir uma certa aflição ao achar que uma ponte destruir-se-á sob a sua cabeça, e que seus olhos serão furados por partículas de ferro. Esse é apenas um dos exemplos, e depois disso, o óculos 3D fica de lado até o subir dos créditos*.

*E não, eu não esperei o fim dos créditos para ver se aparecia alguma cena exclusiva. Quem sabe eu vá assistir o filme uma segunda vez e faça isso. Ou não. Pelo menos desta vez. Preferi deixar no ar.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe estreia amanhã.

** Harry Potter terá mais dois episódios, baseados no livro Harry Potter e as Relíquias da Morte – que virá em duas doses -, que serão lançados em 2010 e 2011.
Harry Potter and the Half-Blood Prince
ING/EUA, 2009 – 153 min
Aventura / Drama
Direção: David Yates
Roteiro: Steve Kloves e J.K. Rowling
Elenco: Daniel Radcliffe, Michael Gambon, Jim Broadbent, Rupert Grint, Emma Watson, Alan Rickman, Helena Bonham Carter, Robbie Coltrane e Tom Felton.

Anúncios

2 Respostas to “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”

  1. Milena said

    excelente comentario sobre o filme, que assistirei daqui a algumas horas! \o/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: