Apenas o Fim

junho 11, 2009

foto4

por Fábio Camargo

O dia dos namorados está aí, e nada melhor do que assistir Apenas o Fim junto a pessoa que você ama (não por acaso o filme estreia amanhã). Se não tiver o que comemorar nesse dia, não faz mal. Vá de qualquer maneira ao cinema para ver este ótimo filme do diretor [estreante] Matheus Souza. Ele ainda está no penúltimo semestre da faculdade de cinema na PUC-Rio, mas fez uma obra de arte do amor. Singelo, engraçado, romântico, tocante. E com muitas citações nerds que só a turma de 20 e poucos anos vai sacar.

Um casal – Adriana e Antônio, amigos de infância, ambos estudantes de cinema – vive uma história intensa, espontânea e apaixonada. Ela tem um estilo mais patricinha simpática, que curte filmes cults e livros clássicos. Já ele é um nerd todo desengonçado, que adora elementos da cultura pop, principalmente dos anos 1990, como Star Wars, Cavaleiros do Zodíaco, Pokemon e uma boa HQ.

A história começa com ele chegando todo atrasado na faculdade para fazer uma prova. Antes de entrar na sala, dá de cara com sua namorada, que lhe diz que está indo embora e que o namoro acabou. Ela apenas avisa que está deixando sua vida para trás, que vai viajar sem dizer para onde e sem explicar o por quê. Então, dá a Antônio somente uma hora para se despedir dela, matar a saudade de tudo o que viveram e tentar, quem sabe, convencê-la a ficar.

O filme foi feito por estudantes, e custou apenas R$ 8 mil. Uma parte veio da PUC carioca. O resto, surgiu de uma vaquinha da turma e de uma rifa que eles fizeram de uma garrafa de Johnny Walker. Vendo de fora, muitas pessoas já fazem cara feia, mas não. O filme foi muito bem feito, a câmera está sempre no lugar certo, na hora certa, e as interpretações de Érika Mader e Gregório Duvivier são impecáveis.

Aliás, Gregório [Antônio] faz a platéia dar boas risadas na maior parte do tempo, seja com seu jeito atrapalhado ou com suas hilárias citações. “Meu Power Ranger favorito era o Tommy, é claro, porque ele pegava a Power Ranger Rosa”; “Quando eu jogava Pokemón, eu escolhia o Bulbassauro, e odiava o Charmander.. por uma questão de ódio, mesmo!”; “E meu tartaruga ninja favorito era o Donatello, é claro. Afinal, um tinha um garfo, e o outro um tchaco. Mas o cara tinha um bastão!!” Enfim, já entreguei demais, mas deu pra perceber o nível geek do humor dele, né?

Todo este enredo deixa o espectador à vontade, pois sabe que é uma discussão de término de namoro, mas o que eles menos falam ali é sobre o fim. Antônio até pergunta inúmeras vezes a Adriana a razão de sua partida, se ela está infeliz com sua vida, para onde vai. Mas ela apenas diz que vai em busca de algo que a complete, seja lá o que isso for. Mesmo assim, os dois se divertem, relembram toda sua história, seus passos, algo super comum em um relacionamento.

Como Apenas o Fim foi rodado por câmeras da própria faculdade, todas as cenas foram realizadas dentro do campus. Dividindo cada cena – cada hora em um ambiente -, surgem lembranças dos dois. E, como se trata de uma “discussão”, o que mais tem no filme é conversa. Mas são diálogos criativos, marcantes, divertidos e nada cansativos. O relacionamento dos dois foi tão profundo, bem humorado e com tantos momentos inesquecíveis, que o término do namoro se torna apenas o fim.

Numa época em que a relação dos namorados esquenta,  devido à data comemorativa, o filme é bom para fazer com quem as pessoas revejam um pouco sua história, tornando tudo mais leve, divertido, apaixonante e, claro, completo. Senão, um dos dois pode acabar sentindo falta de algo e resolver ir embora de vez.
 

Apenas o Fim (Brasil, 2008)

Duração: 80 minutos

Gênero: Comédia romântica

Direção: Matheus Souza

Elenco: Érika Mader, Gustavo Duvivier, Marcelo Adnet, Nathalia Dill, Anna Sophia Floch, Álamo Facó e Julia Gorman

Produção: Julia Ramil e Mariza Leão

Fotografia: Julio Secchin

Direção de Arte: Gabriel Cabral e Julia Garcia

Figurino: Tatiana Pomar

Montagem: Julio Secchin

Trilha Sonora: Pedro Carneiro

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: