O casamento de Rachel

fevereiro 14, 2009

casamentoderachel_1

por Janaina Pereira

Já está em cartaz O casamento de Rachel, de Jonatham Demme – diretor de O silêncio dos inocentes e Filadélfia, que não fazia um bom filme faz tempo. Não que seja um trabalho memorável do diretor, que se aventura no universo do drama familiar. Mas é um filme que, mesmo tendo uma protagonista problema, foge da redenção da personagem no final. E só por ousar não cair na mesmice, merece atenção.

A história é recorrente em qualquer lugar, até no cinema: Kym (Annie Hataway, ótima e indicada ao Oscar) sai da clínica de reabilitação para o casamento da irmã Rachel. Com seu histórico de crises e conflitos familiares, Kym tem o dom de provocar grandes dramas em qualquer situação. E, pior que isso, ser o foco da atenção. Mesmo no momento mais importante da vida de sua irmã Rachel, não poderia ser diferente. E as feridas da família de Kym, e dela mesma, parecem estar ainda mais abertas neste dia.

Honesto, sem ser melodramático, O casamento de Rachel é um drama de fácil identificação, afinal, problemas familiares a gente tem aos montes. Fiquei surpresa com o filme, bem menos tenso e bem mais real do que pensei. E com a presença de Debra Winger (Laços de Ternura – 1983), atriz das antigas – ou do que eu considero ‘antigas’ – que eu adorava quando era criança.

Filmado com a câmera do ponto de vista do espectador, tremendo e balançando o tempo todo, O casamento de Rachel é a ótica de qualquer um de nós sobre o que aprendemos desde que nascemos: família é sempre complicado. Até no cinema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: